Boa participação marca 2ª Conferência Municipal da Pessoa Idosa de Goianá

O trabalho desenvolvido na cidade a favor da melhor idade esteve em debate ontem em Goianá na 2ª Conferência Municipal dos Direitos da Pessoa Idosa. O evento foi uma promoção conjunta do Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa Idosa e da Secretaria Municipal de Promoção Social. As discussões tiveram como tema central “Os desafios de envelhecer no século XXI e o papel das políticas públicas”.

Na abertura, o prefeito Estevinho Barreiros valorizou o trabalho realizado pela Assistência Social de Goianá em prol da terceira idade. O chefe do Executivo se colocou à disposição de todos e aproveitou para reafirmar a disposição da Administração Municipal em manter e aperfeiçoar as ações voltadas para os idosos da cidade.

Ainda fizeram parte da mesa oficial, a secretária de Promoção Social, Juliana Henrique Gomes de Rezende; o vereador Serginho dos Dias, a presidente do Conselho Municipal dos Direitos do Idoso, Simone Cristina Floriano Silva e a representante dos idosos, Dona Ivone Chandrete.

A palestra magna foi proferida pela psicóloga da UBS de Goianá, Natália do Vale Ribeiro. Ela tratou de vários aspectos que envolvem o processo de envelhecimento, destacando os direitos e as mudanças de atitudes para atravessar este momento da vida de forma saudável e realizada.

O momento seguinte teve a apresentação de iniciativas de sucesso desenvolvidas no Município a favor da qualidade de vida da pessoa idosa. Na lista, o Grupo Nós da Oficina e o Grupo da Melhor Idade, além dos projetos de Hidroginástica e de Ginástica da Melhor Idade mantidos pela Prefeitura.

A explanação dos eixos de discussão coube à coordenadora do CRAS, Cacilda Motta Corrêa da Cruz, juntamente com a assistente social Cristina Tagliati e a psicóloga Larissa Bonoto.

Para a formulação das propostas, os participantes foram divididos em grupos de trabalho abordando temas como saúde, educação, moradia, transporte, direitos fundamentais e a efetivação das políticas públicas voltadas ao idoso. Concluindo o encontro, a plenária final elegeu os representantes da cidade e consolidou as propostas do Município para a 5ª Conferência Estadual dos Direitos da Pessoa Idosa.